sustentabilidade emocional

Sustentabilidade emocional: o que você precisa saber sobre o tema

A sustentabilidade emocional não é como um conceito ou teoria acadêmica, mas sim como uma prática importante na vida diária. 

É uma prática que busca conhecer as ligações entre nossas emoções, sentimentos e valores em relação à sustentabilidade pessoal e social. 

Esta abordagem holística dá igual valor à inteligência de nosso pensamento, sentimento e estado físico. Acreditamos que, a menos que possamos nos sustentar – emocionalmente, mentalmente e fisicamente – temos pouca esperança de criar a mudança de que precisamos para mudar o que precisa ser mudado.

Experimentar, nomear e expressar emoções pode ser extremamente libertador e ajudar a melhorar a comunicação e os relacionamentos. 

Isso requer uma consciência do corpo, uma disposição para a autoexploração e as ferramentas para ser capaz de processar emoções e sentimentos passados, bem como gerenciar aqueles que nos impactam no presente.

O que a saúde mental tem a ver com sustentabilidade emocional?

A má saúde mental pode ter um grande impacto sobre os indivíduos, empregadores e sociedades, e a pandemia trouxe desafios adicionais. 

Muitas empresas, no entanto, pensam que agir sobre a saúde mental no local de trabalho significa criar um conjunto de programas pertencentes aos recursos humanos (RH). 

Essa abordagem e mentalidade não são suficientes para gerar a mudança real e sustentável que é necessária agora mais do que nunca.

Em vez disso, as melhores práticas de saúde mental no local de trabalho devem ser integradas a todos os elementos do modelo operacional de uma empresa, incluindo sua cultura organizacional. 

Fazer isso significa reunir pesquisa de saúde mental no local de trabalho, profundo design organizacional e experiência em mudança e uma perspectiva de valor em primeiro lugar. 

Essa ação pode aumentar significativamente a saúde mental dos funcionários e a satisfação no trabalho e tem se mostrado boa para os negócios: pesquisas internacionais estimam um retorno de 4,25x o ROI para cada dólar gasto.

Os líderes precisam pensar sobre os resultados da saúde mental em uma variedade de domínios: projetar locais de trabalho para minimizar os danos, construir resiliência organizacional e individual, facilitar a busca precoce de ajuda e apoiar a recuperação e o retorno ao trabalho. 

Por meio de nossa experiência de trabalho com líderes em diferentes regiões e setores, identificamos cinco princípios básicos que podem ajudar os líderes a criar – e manter – um local de trabalho mais saudável mentalmente.

As condições de sustentabilidade emocional afetam profundamente os indivíduos, os empregadores e a sociedade

Problemas na saúde mental ​​são comuns. No Brasil, por exemplo, 75% das pessoas com idade entre 16 e 85 anos sofrem com algum transtorno mental, como ansiedade e depressão, de acordo com World Mental Health Day 2021, realizada pelo instituto de pesquisa Ipsos. 

Para os indivíduos, condições comuns de saúde mental podem ter um grande impacto no desempenho profissional e na trajetória de carreira. 

Indivíduos com problemas de saúde mental perdem uma média de dez a 12 dias de trabalho por ano e sofrem de 14 a 18 dias de produtividade reduzida. Onde a ajuda é procurada – ou oferecida – cedo, a recuperação é possível e os efeitos negativos podem ser minimizados. 

Para os empregadores, o custo e o impacto são significativos. As condições de saúde mental custam muito, além de aumentar o absenteísmo e a perda de produtividade.

Essa tendência é tanto uma questão de demanda quanto de oferta; muitos estressores de saúde mental existentes – incluindo isolamento social, perda de emprego e financeira e insegurança habitacional – pioraram e os bloqueios tornaram mais difícil o acesso aos serviços de saúde mental. 

Como resultado, houve uma deterioração em uma série de resultados importantes para a saúde mental.

Como promover sustentabilidade emocional na empresa

Promova a saúde mental por meio de programas  

Os líderes compartilham o compromisso de apoiar e melhorar a saúde mental, muitas vezes por meio de programas dedicados a isso. 

Por meio de uma variedade de canais de comunicação, com narrativas combinadas com dicas, detalhes de recursos disponíveis e atividades, o ambiente de trabalho fica cada vez mais sustentável emocionalmente.  

Podemos citar como exemplos práticas integrativas como meditação, terapia sonora, yoga, pilates e talks sobre assuntos importantes e relevantes para a empresa como forma de promover essa sustentabilidade emocional.

Capacidade do líder de ser presente para sua equipe 

Muitas organizações forneceram acesso a treinamento adicional em saúde mental para líderes, algumas até tornando-o obrigatório em toda a organização.

Por meio da inteligência emocional, um líder pode impactar toda a equipe por meio de feedbacks positivos, canalizando o poder de liderança dado em uma direção produtiva e recompensadora. 

Construa funcionários com capacidade de resiliência individual

Observamos que os empregadores oferecem uma variedade de intervenções, incluindo programas de gerenciamento de estresse, promoção da saúde mental e bem-estar.

Usando uma variedade de abordagens, programas de treinamento visam mudar os conceitos errôneos e suposições inadequadas de um indivíduo e ensinar novas habilidades para lidar com situações estressantes.

O que fazer para desenvolver sustentabilidade emocional na organização

Ofereça meditação mindfulness 

Uma organização iniciou um programa de adesão para que os funcionários compartilhem regularmente suas experiências e participem de atividades de psicologia positiva baseadas em evidências. Outros ofereceram aplicativos gratuitos ou subsidiados de mindfulness e meditação.

Planejamento estratégico da saúde mental e cuidado com os colaboradoresPowered by Rock Convert

Promova atividades físicas 

Várias organizações usaram desafios físicos virtuais para indivíduos e grupos, como desafios de etapa diários em casa, com histórias e fotos compartilhadas semanalmente.

Facilite a busca de ajuda antecipada

A busca precoce de ajuda é mais provável em organizações que têm um forte conhecimento dos sinais de doença mental, serviços apropriados disponíveis e uma cultura que incentiva o pedido de ajuda.

Promova eventos com foco em saúde mental 

Ao promover eventos que foquem na saúde mental é possível aumentar a conscientização e reduzir o estigma. 

Isso geralmente pode incluir a narração de histórias do CEO ou dos líderes seniores, o que ajuda a promover um ambiente no qual os funcionários podem mostrar vulnerabilidade.

Princípios para melhorar a sustentabilidade emocional na empresa

O desenvolvimento de um programa abrangente de intervenções de saúde mental em todo o modelo operacional e sistema cultural de uma organização pode abordar de forma sustentável algumas questões importantes. 

Há alguns princípios que podem ajudar os líderes a construir e manter este programa abrangente para melhorar de forma sustentável a saúde mental no local de trabalho.

Entenda como os principais riscos atuam em seu local de trabalho

Para tomar medidas eficazes para melhorar de forma sustentável a saúde mental no local de trabalho, uma organização pode começar por compreender os fatores que comprovadamente contribuem para o risco de doenças mentais. 

Os fatores de risco incluem um baixo nível de suporte fornecido na conclusão do trabalho, um desequilíbrio entre esforço e recompensa e um baixo nível de autonomia no uso de habilidades e conhecimentos.

Ao investigar, também procure compreender as tentativas atuais e anteriores de mudança e o que atrapalhou. A compreensão desses fatores informa suas aspirações de melhoria.

Seja integrado e holístico em suas ações

Quer você opte por agir como parte de um esforço de saúde mental no local de trabalho ou parte de uma mudança organizacional mais ampla, é fundamental ser holístico e considerar todo o modelo operacional e sistema cultural:

  • Pessoas. Que nível de compreensão e consciência dos desafios da saúde mental e da saúde mental no local de trabalho você precisa de seus líderes?
  • Processo. Como você precisa mudar a forma como o trabalho é feito, seja em nível macro ou de equipe? Como seus processos essenciais relacionados às pessoas – como remuneração e avaliação de desempenho – apoiam a saúde mental no local de trabalho?
  • Estrutura. Sua estrutura dá às pessoas a capacidade de obter o suporte de que precisam e usar suas habilidades e conhecimentos? Poderia ser mais dinâmico?
  • Cultura. Você está reforçando um propósito e um conjunto de valores e comportamentos que apoiam a saúde mental?

Compreender e abordar todo o modelo operacional e sistema cultural ajuda a criar um programa integrado de trabalho que pode mudar a organização de forma sustentável.

Conduzir mudanças culturais e de modelo operacional, não é apenas o que mudou que importa; quem está impulsionando a mudança também é fundamental. 

Para ajudar a manter a mudança no caminho certo, é melhor integrar o trabalho de saúde mental em uma mudança organizacional mais ampla, manter um forte imperativo organizacional e garantir um apoio de liderança amplo e visível.

Use os dados para personalizar as intervenções

Um tamanho único não serve para todos quando se trata de melhorar a saúde mental no local de trabalho. 

Os indivíduos experimentam cada local de trabalho de maneira diferente e trazem diferentes elementos de si próprios e de sua vida pessoal.

Também é importante não cair na armadilha de pensar que sua equipe é unidimensional e pode ser perfeitamente segmentada. 

Impulsionar uma mudança cultural sustentável requer uma abordagem em várias camadas. Comunicar uma mensagem de saúde mental uma vez, usando um canal, raramente é eficaz. 

Uma abordagem melhor é garantir que a mensagem esteja sendo transmitida de cima, de líderes locais e de colegas – formal e informalmente – e por meio de diferentes canais. O objetivo é dar ao destinatário uma ampla gama de oportunidades para receber, entender e se conectar com a mensagem.

Envolva os funcionários nas mudanças

Envolva uma ampla gama de seu pessoal na compreensão da causa raiz de seus desafios atuais e na concepção conjunta de soluções.

Seu pessoal é sua arma secreta para impulsionar uma mudança sustentável. 

Se tiverem a oportunidade e o suporte corretos, eles o ajudarão a entender o que realmente está acontecendo – especialmente nas profundezas da organização ou longe da sede – e também fornecerão uma variedade de novas idéias. 

Ao adotar uma abordagem inclusiva para projetar sua mudança, você aumenta as chances de seu pessoal possuir e impulsionar a melhoria, o que é fundamental para uma mudança sustentável.

Promova soluções junto aos colaboradores para promover a sustentabilidade emocional

Muitas organizações se esforçam para manter o trabalho e a casa separados quando se trata de saúde mental, fazendo uma distinção entre o que influenciam no trabalho e o que os funcionários trazem com eles. 

Durante a pandemia, a linha entre casa e trabalho tornou-se mais tênue. Como líder, você deve maximizar o engajamento e o desempenho de seus funcionários, e isso significa ver a pessoa como um todo. 

Se você olhar além de seu local de trabalho e se envolver com suas comunidades, poderá construir um local de trabalho ainda mais forte e mentalmente mais saudável.

Com os desafios continuando durante a pandemia, melhorar de forma sustentável a saúde mental no local de trabalho nunca foi tão importante. A boa notícia é que pesquisas recentes mostram como e onde ações podem ser tomadas. Os líderes podem pegar esse conhecimento e agir agora para iluminar o tópico crítico da saúde mental no local de trabalho e ajudar seu pessoal a prosperar fora das sombras.

A Holos, uma empresa no ramo de Health Techs, pode ajudar a sua empresa a se tornar mais sustentável emocionalmente por meio de nossas práticas integrativas, envolvendo meditação, mindfulness, yoga, terapia sonora, thetahealing, entre muitas outras. Para saber mais, converse com um de nossos consultores. 

bem-estarPowered by Rock Convert