capital intelectual

Capital intelectual: o que é e porque é tão importante

O capital intelectual é o valor do conhecimento dos funcionários de uma empresa, habilidades, treinamento de negócios ou qualquer informação proprietária que possa fornecer à empresa uma vantagem competitiva.

O capital intelectual é considerado um ativo e pode ser amplamente definido como a coleção de todos os recursos informacionais que uma empresa tem à sua disposição que podem ser usados ​​para gerar lucros, conquistar novos clientes, criar novos produtos ou melhorar os negócios. 

Investir e incentivar a qualificação profissional dos funcionários é essencial para crescer o capital intelectual da organização. É por meio desse ativo que conseguimos aumentar o engajamento e produtividade das equipes. 

Com a soma da experiência dos funcionários, processos organizacionais e outros intangíveis que os funcionários contribuem para os resultados de uma empresa.

O capital intelectual refere-se aos ativos intangíveis que contribuem para os resultados de uma empresa. Esses ativos incluem a experiência dos funcionários, os processos organizacionais e a soma do conhecimento contido na organização.

As empresas podem aumentar o capital intelectual contratando funcionários que combinam com a empresa e realizando programas de treinamento para funcionários.

Entendendo o capital intelectual

O capital intelectual é um ativo empresarial, apesar de que medi-lo seja uma tarefa muito subjetiva. 

Como ativo, não é registrado no balanço patrimonial como “capital intelectual”. Em vez disso, é integrado à propriedade intelectual (como parte dos intangíveis) da empresa.

As empresas gastam muito tempo e recursos desenvolvendo conhecimentos de gestão e treinando seus funcionários em áreas específicas de negócios para aumentar a “capacidade mental”, por assim dizer, de sua empresa. 

Esse capital empregado para aumentar o capital intelectual proporciona um retorno para a empresa, mesmo sendo um pouco difícil de medir, mas algo que pode contribuir para o valor do negócio de muitos anos.

Tipos de capital intelectual

O capital intelectual é mais comumente dividido em três categorias: capital humano, capital de externo e capital interno.

Capital humano

O capital humano inclui funcionários, seu conhecimento e experiência, o relacionamento da organização com os funcionários, treinamento e avaliação de funcionários, satisfação do funcionário, avaliação do funcionário sobre a organização, todos contribuem para o capital da organização. 

Se uma organização tem uma taxa de rotatividade de funcionários mais baixa, há mais chances de ter um alto capital intelectual.

ExemploLiderança e habilidades gerenciais, funcionários-chave e seus conhecimentos, competências profissionais, ética no trabalho e cultura de trabalho, treinamento de funcionários, etc.

Capital externo

O capital relacional inclui o relacionamento da organização com os funcionários, seus investidores, seus clientes, seus fornecedores, revisão de todos os investidores, clientes, fornecedores, funcionários, todos os assuntos. 

O feedback de todos os assuntos e formas de melhorar e desenvolver etc. contribuem para o capital relacional. Se uma organização tem baixa rotatividade de funcionários, clientes honestos, então ela tem uma base de capital intelectual alta.

Exemplo – Satisfação do cliente, relacionamento com funcionários, clientes e stakeholders, contratos com prestadores de serviços, reputação na comunidade, avaliação do feedback dos investidores, entre outros.

Capital interno

São processos da organização, bancos de dados, políticas, cultura, visão, missão e declaração de valor que contribuem para o capital da organização. 

Se a cultura de trabalho da organização é boa, ela fornece produtos de qualidade e sua reputação no mercado, sua vantagem competitiva são um verdadeiro capital intelectual para a organização.

Planejamento estratégico da saúde mental e cuidado com os colaboradores

Exemplo – Visão, missão, estruturas, objetivos da organização, sua cultura de trabalho, sua abordagem para treinar e fornecer conhecimento aos funcionários, suas ferramentas, programas, formas de trabalho e melhores práticas.

A cultura de trabalho, relacionamento com clientes, relacionamento com investidores, funcionários-chave, processo de treinamento, reputação na indústria, cultura de trabalho, visão, missão e valores, bancos de dados, a experiência dos funcionários e da gestão fazem parte do capital intelectual.

Importância do capital intelectual

Capital intelectual é tudo o que a organização tem à sua disposição. 

É muito importante para qualquer organização investir em capital intelectual, pois é o capital real e o valor da empresa pelo qual a empresa pode reiniciar do zero.

Isso contribui para a reputação da organização no mercado. 

Por isso, é o mais importante para a sobrevivência da organização. Para tornar a organização no topo há a contribuição dos esforços humanos como funcionários, gerência, fornecedores e clientes. 

Também há também a contribuição da cultura de trabalho, o relacionamento da organização com colaboradores humanos internos e externos, relacionamento com investidores, objetivos e visão da organização. 

E por fim, se todos esses fatores forem favoráveis, então a organização pode sobreviver no mercado por muitas décadas e, portanto, possuir um capital intelectual muito alto.

Por que investir em capital intelectual? 

Investir no colaborador é entender que o conhecimento é um dos maiores investimentos que se pode fazer para o desenvolvimento da organização. Esse investimento representa o crescimento da própria organização. 

Manter funcionários capacitados e se desenvolvendo frequentemente gera retorno financeiro e agrega no ambiente corporativo. 

Por isso, investir na formação dos colaboradores possui muitos benefícios, tais como: 

Valorização do funcionário

Ao valorizar o colaborador, seu conhecimento, crescimento e desenvolvimento pessoal e profissional, isso cria um senso de motivação para estarem sempre buscando melhorar. 

Investir no seu funcionário garante a satisfação com o trabalho e com a empresa, fazendo com que o crescimento da empresa seja constante, além de diminuir desligamentos. 

Redução na taxa de rotatividade

O processo de perder um funcionário e contratar outro além de desgastante, pode custar bastante no fim do mês.

Por isso, investir no capital intelectual do seu colaborador e gerenciá-lo de forma positiva pode diminuir consideravelmente as taxas de turnover da sua empresa. 

O que fazer para desenvolver o capital intelectual? 

Algumas práticas podem ser essenciais para o desenvolvimento de uma cultura colaborativa e que foque no desenvolvimento do colaborador para o crescimento da empresa.

Isso faz com que o profissional consiga amadurecer de forma natural, já que o processo não é de um dia para o outro. Aqui listamos algumas práticas que são focadas para o desenvolvimento intelectual das organizações: 

  • Desenvolvimento de uma universidade corporativa: foco em desenvolvimento profissional capacitando os profissionais de acordo com os valores da empresa. 
  • Foco na gestão do conhecimento: tem como objetivo gerenciar a troca de conhecimento entre os funcionários, permitindo um local de troca de ideias e processos para a otimização do trabalho. 
  • Promoção de um ambiente colaborativo: um fator essencial no ambiente de trabalho. 
  • Capacitação da equipe: para garantir o desenvolvimento do funcionário, é preciso investir na qualificação e identificar as necessidades do colaborador. 

Qual o impacto do capital intelectual nas empresas? 

Podemos concluir que o capital intelectual é o que agrega valor e riqueza à organização. Priorizar o desenvolvimento dos colaboradores com uma política robusta de capacitação e treinamento traz inúmeros benefícios para a organização. 

Esse investimento reflete em colaboradores mais felizes, produtivos, engajados e com vontade de fazer a empresa crescer. É um investimento essencial não só para o aumento da competitividade do mercado, mas para tomadas de decisões mais estratégicas. 

Um bom ponto de partida para entender mais sobre como engajar a equipe é o nosso manual em parceria com a empresa Mapa, que você pode baixar e ter vários insights aqui!

bem-estar