liderança remota

Liderança remota: 8 maneiras para o sucesso

Liderar uma equipe remota é, antes de tudo, liderança, e os princípios de liderança não mudaram; são princípios”. 

Essa é a frase que inicia o livro The Long-Distance Leader: Rules for Remarkable Remote Leadership, escrito por Kevin Eikenberry e Wayne Turmel, dois pesquisadores de renomes mundiais em comunicação e liderança. 

A atual situação global acelerou a tendência para o trabalho remoto, no entanto, muitas empresas e líderes estão lutando para se adaptar a este novo modo de vida. 

Se a liderança remota não for tratada de forma adequada pode causar sinais significativos de sobrecarga, até o estresse e o esgotamento. Felizmente, existem maneiras de evitar isso.

A liderança remota irá continuar a se desenvolver cada vez mais e é possível perceber isso a partir de pesquisas do Gartner, que relatam que 74% das empresas planejam transferir alguns de seus funcionários para o trabalho remoto permanentemente após o COVID-19.

O que é a liderança remota?

A liderança remota é uma forma de liderança na qual as equipes são gerenciadas por meio de um ambiente de trabalho a distância. Como as funções de liderança tradicionais, os líderes virtuais se concentram em motivar os funcionários e ajudar as equipes a cumprirem seus objetivos.

Os líderes virtuais devem ter uma abordagem de gestão diferente em comparação com a liderança em um escritório, já que a comunicação da equipe não é feita pessoalmente, mas por meios virtuais. Como tal, os líderes virtuais precisam de um conjunto de habilidades diferente dos líderes em um ambiente de escritório.

A importância da liderança remota

A pandemia forçou grande parte da força de trabalho a trabalhar remotamente e, para muitos funcionários, esta é a primeira vez que tentam trabalhar em casa.

No entanto, mesmo antes da pandemia, trabalhar em casa era uma tendência crescente, com muitos dizendo que a pandemia apenas acelerou esse processo, sendo confirmado por alguns dados:

  • 4,7 milhões de pessoas já trabalhavam remotamente de casa antes da pandemia de COVID-19. (Flexjobs);
  • 74% das empresas planejam mudar alguns de seus funcionários para trabalhar remotamente permanentemente após COVID-19 (Gartner);
  • Antes da pandemia, 52% dos funcionários globais trabalhavam remotamente uma vez por semana e 68% o faziam pelo menos uma vez por mês (Owl Labs);
  • 77% dos funcionários remotos dizem que são mais produtivos quando trabalham em casa. (CoSo Cloud).

Conforme mostrado nas estatísticas acima, as empresas já estavam começando a adotar o trabalho remoto antes da pandemia. À medida que mais e mais equipes se tornam remotas, a necessidade de criar fortes habilidades de liderança virtual também aumenta.

Além disso, a forma como os líderes interagem com os funcionários mudou. Os líderes virtuais não podem verificar os funcionários da mesma forma que os gerentes internos fazem, então eles precisam confiar nas capacidades dos funcionários.

Esse novo tipo de líder precisa se concentrar mais na definição de expectativas e metas claras, bem como na criação de uma cultura de responsabilidade. 

Aqui estão 8 maneiras de como fazer uma liderança remota de sucesso:

Fique em contato com os colaboradores 

Isso pode assumir várias formas, como marcar chamadas semanais ou ter reuniões de equipe frequentes. 

Não importa como isso seja feito, o líder virtual precisa ser proativo em relação a ficar em contato com toda a equipe e ficar a par do que eles estão fazendo, como os projetos estão indo, quais obstáculos estão enfrentando e do que precisam.

Agende reuniões semanais individuais com os funcionários, o que lhes permite:

  • Obter ajuda nos projetos em que estão trabalhando;
  • Discutir projetos e metas;
  • Criar melhores conexões;
  • Obter suporte em sua jornada de desenvolvimento.

Ao oferecer disponibilidade, seus funcionários sentirão que você valoriza o relacionamento.

O trabalho remoto pode ficar mais complicado se nem todos os funcionários estiverem trabalhando no mesmo fuso horário. 

Para maximizar a produtividade, certifique-se de que haja pelo menos algumas horas de sobreposição para todos os funcionários estarem trabalhando. Isso permite que todos se familiarizem com a equipe, mesmo quando estão dispersos.

Expectativas e metas de trabalho

Trabalhar remotamente oferece aos funcionários maior flexibilidade, não apenas no local onde moram, mas também nas horas exatas de trabalho. 

Por exemplo, alguns funcionários podem preferir trabalhar no final do dia e almoçar durante mais tempo, para que possam treinar ou levar o cachorro para passear. Os líderes virtuais devem estar cientes disso e não estabelecer expectativas irrealistas.

Quando as equipes não estão fisicamente no mesmo local, geralmente a melhor maneira de medir o desempenho dos funcionários é por meio de resultados e cumprimento de metas

Especificamente, metas mensuráveis ​​são cruciais e rastreá-las com frequência pode ajudar a garantir que os membros da equipe permaneçam no caminho certo e que o líder da equipe seja capaz de identificar os problemas antes que se tornem catastróficos.

Tendo expectativas realistas sobre essas metas, o tempo que os funcionários devem estar trabalhando e a comunicação dessas expectativas ajudará a todos a ficarem mais felizes em suas funções.

Estabeleça uma comunicação clara 

A comunicação eficaz com sua equipe é outro grande obstáculo na liderança virtual. 

Há muito mais espaço para mal-entendidos quando você não tem o benefício do tom, das expressões faciais e da linguagem corporal para ajudá-lo a decifrar o que alguém quer dizer quando há alguma ambiguidade.

Isso significa que há uma chance maior de falha de comunicação se os gerentes e membros da equipe não forem excelentes comunicadores. 

Planejamento estratégico da saúde mental e cuidado com os colaboradoresPowered by Rock Convert

As comunicações devem ser claras e concisas. Sempre forneça detalhes e orientações suficientes para evitar ambiguidades e eliminar qualquer confusão.

Lidere com empatia e promova a confiança

Para ter uma boa liderança remota, você precisa entrar em contato com os membros de sua equipe em um nível emocional, totalmente honesto e transparente ao compartilhar dados e atualizações de status (mesmo informações desfavoráveis), a fim de manter a credibilidade e preservar a integridade dos dados sendo compartilhados.

Verifique com sua equipe individualmente para ver como eles estão, principalmente porque alguns podem achar difícil se ajustar ao trabalho remoto. 

Pergunte sobre suas famílias, hobbies ou algo interessante que viram nas redes sociais. Tenha empatia com eles para mostrar uma compreensão compartilhada – deixando-os saber que você os vê como uma pessoa, não apenas um funcionário.

Quando você lidera com empatia, cria um elemento de humanidade em um ambiente virtual independente. Isso ajuda a eliminar a sensação de isolamento que os trabalhadores virtuais podem experimentar, permitindo que se sintam parte de uma comunidade ativa.

Os novos funcionários podem ter dificuldade em se ajustar ao trabalho remoto em tempo integral, sem realmente conhecer a equipe pessoalmente. 

Com isso, você pode tentar criar um programa de mentoria para esses funcionários, juntando-os a indivíduos mais experientes em sua equipe. Ao incentivar o relacionamento mentor-pupilo, seus funcionários podem crescer e se desenvolver de novas maneiras.

Use o método de comunicação correto

Use os canais apropriados para a sua comunicação e defina as expectativas sobre como os canais de comunicação serão usados.

Discuta quando é apropriado usar mensagens instantâneas, e-mail e reuniões virtuais. Entenda quando uma reunião é necessária em vez de um anúncio rápido.

Hoje em dia, os líderes remotos têm uma gama de tecnologias à sua disposição, mas há um tempo e um lugar para cada forma de comunicação. 

A chave é combinar o meio com sua mensagem. Estas são as mensagens apropriadas para cada meio:

  • Mensagens instantâneas: programas como Whatsapp são melhores para necessidades de comunicação rápida, como verificar o status do projeto, fazer perguntas ou coordenar cronogramas.
  • Email: quando você precisa comunicar algo a ser referenciado mais tarde, como mensagens ou direções longas e detalhadas, bem como enviar mensagens para várias pessoas ao mesmo tempo.
  • Vídeo: Conecte-se cara a cara por meio de vídeo sempre que puder.

Dê a si mesmo tempo para se familiarizar com essas ferramentas; mesmo as pessoas mais experientes em tecnologia precisam de tempo para se ajustar à nova tecnologia.

Incentive o diálogo aberto

Se você estabeleceu confiança, configurou todos para um diálogo aberto. 

Um estudo recente da HBR de 50 empresas financeiras confirmou que os líderes de grupos dispersos, em particular, devem pressionar os membros a serem francos uns com os outros. 

Uma maneira de fazer isso é dar um exemplo de “crítica atenciosa”. Ao fornecer feedback, use frases como “posso sugerir” ou “pense nisso”. 

Ao receber esse feedback, agradeça a quem o ofereceu e confirme os pontos de concordância.

Por outro lado, você também deve ocasionalmente reconhecer pessoas por práticas que melhoram a comunicação e a colaboração da equipe.

Torne-se acessível

Um líder de equipe remota deve estar disposto a se tornar acessível e disponível para os membros da equipe. Liderança remota acessível significa que você é facilmente alcançável, como ter uma política de portas abertas em um escritório físico.

Infelizmente, muitos gerentes são vistos como distantes, que distribuem atribuições apenas de seus escritórios. 

Isso não vai funcionar para uma equipe virtual. Liderar equipes que estão fisicamente separadas exige que você feche essa lacuna. 

Deixe sua equipe saber que você está disponível para conversar e apoiá-los, sempre que precisarem.

Tenha foco nos resultados, não na atividade

Isso é uma prática recomendada para aumentar o engajamento e capacitar os funcionários. 

Definir claramente as metas e os resultados desejados e permitir que os funcionários (que tenham o treinamento e os recursos para executar – essa parte é importante) desenvolvam um plano de execução aumenta a criatividade e a propriedade

Em um ambiente remoto, é ainda mais difícil microgerenciar pessoas de qualquer maneira, por isso é importante avaliar as entregas e resultados do colaborador e não o tempo que ele está online.

Como desenvolver a liderança remota na empresa? 

Desenvolver a liderança remota pode parecer um grande desafio no início, mas na realidade é apenas um processo de adaptação em como gerir pessoas, contribuindo para seu crescimento e desenvolvimento. 

Por meio de uma cultura organizacional bem estruturada, com uma comunicação interna funcional, além de manter uma cultura de feedbacks, é possível estruturar uma liderança remota de forma eficaz. 

Ao desenvolver uma liderança saudável e que se preocupa com o colaborador isso reflete diretamente no desenvolvimento, produtividade e motivação de toda a equipe. 

Então, quer construir uma liderança de alta performance, com equipes saudáveis e motivadas, preparadas para lidar com desafios e conquistar resultados? Entre em contato com a Holos e entenda mais sobre nossas soluções.

bem-estarPowered by Rock Convert