setembro amarelo

Setembro amarelo: a importância do cuidado à saúde mental do colaborador

Um ambiente corporativo não humanizado pode desencadear transtornos psicológicos no colaborador, como a síndrome de burnout.

O Setembro Amarelo é uma oportunidade para as empresas começarem a modificar sua cultura organizacional e adicionar uma cultura que seja mais humanizada e que se preocupe mais com a saúde mental do colaborador. 

A campanha Setembro Amarelo foi criada para prevenir o suicídio e cuidar da saúde mental, visto que a cada 40 segundos ocorre um suicídio ao redor do mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). 

A discussão sobre cuidado à saúde mental não pode ficar de fora do ambiente corporativo, pois é comum vermos cada vez mais o aumento do número de casos de burnout e turnover nas empresas. O que cria um grande alerta: a sua empresa está realmente cuidando do seu colaborador? 

Precisamos destacar que muitas vezes esses casos são motivados pela depressão e ansiedade, que podem ser desenvolvidas e agravadas em um ambiente de trabalho insalubre e que não tenha cuidado com o bem-estar do colaborador. 

Nesse sentido, é necessário que as empresas tomem frente, se conscientizem e promovam o movimento Setembro Amarelo não somente durante o mês, mas como parte da cultura organizacional da empresa. Realizar ações em prol da saúde mental no trabalho a fim de reduzir e prevenir doenças mentais é o caminho para um bom desenvolvimento empresarial. 

Mas, porque os gestores devem ter atenção em relação ao Setembro Amarelo? A resposta é que: depressão, picos de estresse e ansiedade geradas no ambiente de trabalho podem servir como um gatilho muito grande para um indivíduo tirar sua própria vida. Quando há um ambiente de trabalho saudável, com um bom clima organizacional, isso aumenta a ligação entre o bem-estar e o colaborador. 

Por isso, é tão fundamental que as organizações implantem soluções para melhorar o engajamento a respeito do tema e realize programas voltados para o bem-estar das equipes que consequentemente irão reduzir o estresse, ansiedade e depressão no ambiente de trabalho. 

A saúde mental no ambiente de trabalho

Falar sobre saúde mental no ambiente corporativo ainda é um tabu que precisa de muito trabalho para ser desmistificado. Entretanto, não é uma missão impossível. Para fazer isso, os gestores devem criar um espaço mais humanizado, com metas possíveis de serem alcançadas. 

Ser líder é ir além de entregas e cobranças, é conseguir perceber sinais sutis como mudanças de comportamento, aparência diferente e oscilações de humor muito frequentes entre os colaboradores. 

Além disso, é necessário ter responsabilidade social e perceber a importância de cada colaborador e como cada um tem agido no ambiente de trabalho. Isso porque, a depressão e a ansiedade podem causar altas taxas de absenteísmo, presenteísmo, falta de produtividade e qualidade da equipe. 

É nesse cenário que surge a urgência de redobrar a atenção e o cuidado com os colaboradores sobre a decorrência dos transtornos mentais, principalmente pelo home office. É um desafio, porém com uma cultura humanizada é possível notar os sinais de alerta. 

Como prevenir transtornos mentais no trabalho?

Passamos grande parte de nossas vidas trabalhando e no momento atual, de home office, é comum trabalharmos além do nosso horário de trabalho. Dessa maneira, as empresas devem se preocupar ainda mais com os aspectos voltados para o bem-estar e qualidade de vida de suas equipes.  

Planejamento estratégico da saúde mental e cuidado com os colaboradoresPowered by Rock Convert

Implementar ações que tenham como foco a saúde mental e emocional do colaborador é super importante e a seguir apresentaremos algumas. 

Crie um ambiente corporativo saudável

Um ambiente corporativo saudável que respeita o colaborador, suas dores, dificuldades e presta o apoio necessário faz toda a diferença para o indivíduo se sentir acolhido pela empresa, e aumenta a confiança na mesma. 

Além disso, um bom ambiente de trabalho aumenta a produtividade, a motivação, o foco, o engajamento e diminui consideravelmente casos de ansiedade e depressão. Assim, as organizações conseguem ter profissionais mais capacitados a lidar com suas emoções e consequentemente darão o melhor de si para a empresa.

Tudo isso acarreta benefícios para o colaborador, impactando suas relações pessoais como também melhores resultados para a empresa.  

Realize pausas durante o expediente

É necessário que os gestores entendam que pausas durante o expediente são essenciais para que o colaborador consiga manter um trabalho produtivo. Quando não há pausas, geralmente há sobrecarga do profissional, que pode ter crises de ansiedade e estresse, que, a longo prazo pode causar uma depressão, por exemplo. 

Determinar intervalos para um alongamento, uma sessão de ginástica laboral ou uma meditação transforma o ambiente corporativo, e os colaboradores entendem que a empresa está cuidando da saúde mental da equipe, o que gera um impacto positivo na qualidade de trabalho e na produtividade. 

Crie uma cultura corporativa humanizada

Uma cultura corporativa humanizada deve voltar sempre para a questão da saúde mental e da qualidade de vida do colaborador. É necessário, nesse sentido, que a empresa preze sempre pelo respeito, harmonia, bom relacionamento interpessoal entre colaboradores  e cuidado a saúde mental de todos. 

Os líderes a partir disso, devem inspirar e valorizar seus talentos, sabendo delegar tarefas de forma equilibrada, mediando possíveis conflitos e valorizando sempre a troca de feedbacks. Isso motiva e aumenta a autoestima do colaborador, pois faz com que ele se sinta visto e importante para os resultados da empresa. 

Estimule práticas de técnicas mentais

Práticas mentais como a meditação e mindfulness têm ganhado mais espaço nos ambientes corporativos. Essas práticas são extremamente positivas e geram impactos realmente benéficos para a equipe que ao praticarem tem recorrentemente resultados significativos na melhora da saúde mental. 

O mindfulness, por exemplo, é uma técnica efetiva contra a depressão e a ansiedade. Pesquisas indicam que a atenção plena resulta em efeitos psicológicos positivos nos praticantes, incluindo aumento do bem-estar, redução de sintomas psicológicos e melhora na regulação comportamental.

Como implementar ações de saúde mental na empresa?

Como é possível perceber, ações simples podem ser tomadas e feitas nas empresas para melhorar a qualidade de vida, saúde mental e emocional dos colaboradores. Entretanto, é preciso estar atento para que as iniciativas sejam relevantes para os colaboradores e façam sentido para a empresa. 

A partir disso, podemos citar a Holos como uma solução para o cuidado preventivo da saúde mental e bem-estar do colaborador. Práticas milenares como o yoga, meditação, pilates e tantas outras podem fazer parte da sua empresa na busca de um melhor ambiente de trabalho, que aumente e cuide da produtividade dos colaboradores. 

E, como o mês Setembro Amarelo é muito importante para nós, temos soluções para impactar sua empresa e colaboradores sobre esse tema tão importante. Entre em contato conosco para saber mais! 

bem-estarPowered by Rock Convert