Terapia a distância: como se adaptar aos atendimentos virtuais

Debates entre psicólogos no atual período, em que vivemos o isolamento social devido à pandemia do coronavírus, sempre chegam a um mesmo tópico: terapia online

Seria essa metodologia tão eficaz quanto a presencial? Se sim, quais são as vantagens para a modalidade? Quais são as desvantagens?

O que se sabe é que, desde o dia 14 de novembro de 2019, os 323,7 mil profissionais cadastrados no site do Conselho Federal de Psicologia foram autorizados a usar plataformas virtuais como Skype, Whatsapp e Hangouts. 

A terapia online é comprovadamente eficaz, se não mais eficaz do que a terapia presencial, com importantes benefícios que trazem a experiência terapêutica para a era moderna. E é disso que falaremos a seguir. Vamos lá?

Coronavírus e o Impulso das sessões online

Quem resistia a fazer atendimentos online, desta vez não teve opção. A crise provocada pelo coronavírus levou os negócios a se adaptarem ao digital pela própria sobrevivência.

Com as medidas de isolamento social recomendadas pela OMS — para evitar a transmissão da doença — todo o mercado precisou aprender a lidar com os consumidores de seus produtos e serviços no ambiente virtual. 

A presença digital se impulsionou dentro de todos as formas de trabalho durante a pandemia… Como se fosse a cereja que faltava em um grande bolo! 

E na área da saúde mental não foi diferente: psicólogos e pacientes que tinham certo receio à sessão de psicoterapia online, então, tiveram que lidar com seus desafios e preconceitos para vivenciar essa novidade dos tempos modernos.

Qualidade

Muitos psicólogos ainda ficam “com o pé atrás” sobre a terapia online e sua eficácia nos processos de melhoria dos seus pacientes. No entanto, alguns estudos mostram que a qualidade de um atendimento virtual pode sim ser a mesma do presencial. 

Um estudo realizado em 2014 pelo psiquiatra Wagner Gattaz, diretor do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo, não revelou diferença de qualidade entre a terapia online e presencial.

Seu estudo envolveu 107 pacientes com depressão, sendo que 52 foram tratados virtualmente e 55 presencialmente. Wagner Gattaz afirma que não houve diferença em relação à evolução clínica.

Em alguns casos, a eficácia do tratamento é maior no online do que no consultório, tudo depende do perfil do paciente e de como ele é conduzido.

Podemos citar, então, destaque para os pacientes que têm quadro de ansiedade generalizada, síndrome do pânico, em que um dos principais medos do paciente é justamente sair da própria casa.

Entretanto, a efetividade da terapia virtual vai depender de vários fatores, visto que algumas pessoas não abrem mão do contato cara a cara. 

É importante sinalizar, no entanto, que atendimentos psicológicos virtuais merecem algumas ressalvas.

É o caso da não recomendação para crianças, adolescentes e pessoas com quadros de saúde mental muito graves.

As diferentes formas de se comunicar na terapia online

No passado, as pessoas tinham que fazer planos e agendar horários semanalmente para se deslocar até o consultório de seu psicólogo, que, dependendo de sua localização, poderiam levar até uma hora para ir e voltar. 

Além disso, muitas vezes havia o conflito de agenda de terapeuta e cliente, como também o desconforto de pessoas que nunca fizeram terapia de se sentirem bem em sentar-se em um divã para contar sobre seus “quês” mais íntimos. 

Por meio da terapia online, muitas formas de se trabalhar com o paciente ajudaram a desmistificar vários empecilhos que impediam consultas de serem marcadas.

E assim, a terapia se reinventou com novos métodos de atendimento que facilitam a vida do terapeuta e do psicólogo. Continue esta leitura para ficar por dentro de alguns desses métodos.

Terapia por mensagem de texto 

A terapia baseada em mensagem de texto dá a liberdade ao psicólogo de ter sua discussão terapêutica ao longo do dia ou semana. 

meditação no trabalhoPowered by Rock Convert

Sem limites e sem esperar semanas para resolver um problema, como um paciente faria quando algo aconteceu entre as sessões tradicionais? 

Normalmente, o paciente esperaria uma semana para contar aquilo, e talvez, a memória não seria a mesma do momento em que aconteceu. 

Para os socialmente ansiosos, as mensagens de texto apresentam um benefício especial, porque enfrentar as conversas presenciais poderia ser um gatilho para induzir a ansiedade.

Terapia por mensagem de áudio

A comunicação por áudio também pode ser uma preferência do paciente, que opta por trocar mensagens de voz com seu terapeuta. 

É uma ótima opção, também, para pessoas que precisam desabafar ou tirar uma mágoa do peito no momento em que aconteceu algo específico que deseja levar para o seu processo de tratamento. 

Além disso, mensagens de áudio proporcionam o conforto de ouvir a voz do terapeuta sem ter que, necessariamente, agendar uma longa sessão para resolver um problema pontual. 

Sessões de vídeo

Há, também, os pacientes que desejam ter a experiência de chamada com vídeo. 

Esse é um dos tipos de sessões modernas nas quais os psicólogos adeptos à forma de trabalho conservadora se adaptam com mais facilidade. Afinal, por vídeo, pode-se ver o paciente demonstrando a sua linguagem corporal e ter uma maior aproximação humanizada dele.

Custo

Uma das principais diferenças entre a terapia online e a presencial é o valor investido tanto pelo cliente, quanto pelo terapeuta.

Segundo o Conselho Federal de Psicologia, uma consulta presencial com um psicólogo sai em torno de R$226,38. Baseando-se na ideia de que um cliente faz uma sessão por semana, no final do mês, os gastos superam R$900,00. 

Com a democratização do serviço da terapia online, a vantagem é tanto para o terapeuta, como para o cliente. Isso pois o psicólogo gastaria parte de seu salário com aluguel de salas comerciais e outros recursos de infraestrutura para realizar os atendimentos.

Sendo assim, é muito comum ver psicólogos diminuindo os preços de suas sessões online devido aos custos reduzidos em relação a aluguel, manutenção, contas a pagar e localização. 

A oportunidade de, também, poder atender em qualquer lugar  — bastanto ter uma conexão estável à internet — diminui a necessidade de estar em grandes polos e capitais para captação de clientes.

Tempo  

A vantagem de atender da própria casa também dá ao psicólogo a oportunidade de gerir melhor o seu tempo para dedicar-se mais a estudos e outros tipos de atendimentos. 

Muitas vezes, alguns terapeutas atuam de forma multidisciplinar, trabalhando com diversos tipos de atendimentos como Reiki, Thetahealing, Hipnose, entre muitas outras formas alternativas de terapia.

Neste caso, estando em casa, o desenvolvimento e criação de marketing pessoal, conteúdo para redes sociais para se promover online e ser encontrado por novos pacientes fica mais fácil, gerindo a própria agenda de forma mais dinâmica. 

Existem, também, empresas que auxiliam os psicólogos na missão do atendimento online e democratização do acesso à saúde mental de qualidade, e a Holos é uma delas.

Porque escolher a Holos?

A Holos oferece oportunidades para psicólogos trabalharem com seus atendimentos de psicoterapia online, através da sua plataforma de teleatendimentos. 

Nela, o psicólogo encontra também ferramentas que auxiliam na organização financeira, fluxo de caixa e registro dos atendimentos prestados. Assim, é possível ter uma maior previsibilidade de receita e administrar melhor sua prestação de serviço, visto que a plataforma cuidará de tudo isso. 

É, também, uma grande oportunidade de estar em contato com grandes empresas e profissionais de renome na área. Assim, ampliar a gama de experiências, aprendizados e sua rede de contatos acaba sendo um grande atrativo para a carreira do profissional.

Não perca a oportunidade de fazer o seu cadastro online na Holos e experimentar uma plataforma que lhe dará mais tempo para gerir sua rotina e suas outras atividades profissionais! 

bem-estarPowered by Rock Convert