Busca pela consciência

A busca pela consciência me trouxe no agora, aqui, escrevendo este texto, buscando como colocar em palavras, como foi, como está sendo e para onde vai me levar a busca pela consciência plena.

Para chegar aqui, hoje, foram 10 anos de uma jornada que, no início parecia uma vida comum, um jovem com ambições, vaidade e buscando alcançar status pessoal e profissional, com muito ego e raiva.

Até que um dia, meu mundo começou a desabar, uma série de acontecimentos(um dia iriei relatar) me tirou o chão e comecei a cavar um buraco, que me sufocava, mas, ao invés de cavar para cima, cavava para baixo e, quando achei que não conseguiria mais, lá estava eu descendo mais alguns metros…

Lembro, claramente, da imagem que tinha na minha cabeça: me sentia dentro de um bueiro sujo, cheio de ratos. Uma sensação de podridão de alma, que podia sentir o gosto na minha boca.

Caí e lá fiquei por vários dias e meses, nesta hora, creio que para grande maioria, nossa fé parece ser o único caminho, pois a família, os amigos, nada nem ninguém nos entende. Eu queria ficar sozinho, meu corpo já não era mais o mesmo, minha mente era dominada por pensamentos macabros e me levava para lugares sombrios, minha alma, que alma? Acreditava estar abandonado e que logo seria levado para um local sem volta.

A busca pela luz interior

A fé, a luz que temos dentro de nós, sempre busca um sinal para falar conosco. Ela germina como uma flor de lótus no lodo, uma beleza que, apesar de tudo, brota e lá ela apareceu.

Eu buscava ajuda, em vários caminhos religiosos, para acalmar meu coração. Fui em todas as linhas religiosas existentes ao meu alcance, lá encontrava ajuda e acalento, mas nunca uma saída clara, tudo dependia da minha capacidade de ação. E era  aí que existia o maior boicote, não tinha ação, sabia que precisava fazer algo mas não tinha forças, parecia ter uma bola de aço nas pernas, uma prisão no meu peito, um grito sombrio na minha alma.

Estava sozinho e, um dia solitário desses,  fui para um lugar que gosto muito, uma igreja vazia, onde podia rezar e conversar com quem pudesse me ouvir. Lá, de cabeça baixa, esvaído da minha força vital, as lágrimas escorriam e minha voz era apenas interna, tinha vergonha de mim e de olhar para aquelas lindas imagens. Não me sentia digno, até que, de cabeça baixa, algumas senhoras entraram, eu apenas continuei lá, tentando não ser visto. Uma delas passa por mim e fala: “Nossa este está mal mesmo!”.

Aquilo me deixa sem lugar, sinto que devo sair, pois não consegui uma resposta. Uma voz clara na minha mente ou uma aparição diante dos meus olhos… levantei, fui andando para a saída da igreja não mais vazia, lá na frente, as senhoras e ao fundo, vejo um senhor sentado, no canto do corredor, com um olhar nítido para mim, aquele olhar era longe e não desviava, fui andando em direção a ele, pois lá era a saída. E o senhor continuava com o mesmo olhar, ao chegar mais próximo, vejo que também estava sorrindo. Aquilo me pareceu, “será que ele me conhece?”.

Continuei andando mais lentamente, pois não conseguia parar de olhar para ele pois não desviava sua atenção de mim. Ao aproximar, vejo um senhor de camisa polo vermelha, cabeça branca e um sorriso tão leve e positivo, posso lembrar sua feição agora ao escrever.

Passei por ele, não nos falamos. Nunca mais o vi.

Cultura de benefíciosPowered by Rock Convert

Naquele instante, o olhar dele ficou comigo e, dentro do carro, tive uma clareza de que era o meu sinal, aquele senhor era meu anjo! Não estou dizendo que ele desceu dos céus e se materializou ali, na minha frente. Não é isso! Ele era meu anjo, pois olhou para dentro da minha alma, sentiu minha dor e sorriu para ela. Aquilo foi o meu sinal e me bastou para ter ações que me levantariam e me tirariam daquela situação.

O encontro da consciência com a holística

Quantos sinais poderiam ter passado por mim, antes deste dia? Quantos mais seriam necessários? Eram perguntas que me rondavam, diariamente.

Continuei todos os dias indo a locais de boa energia, ia à igreja, centro espirita, umbanda, reiki, budismo, hinduísmo e evangélica etc. Tudo que meu coração falava, eu ouvia e ia atrás. Me desconectei de internet, amigos e família, eu havia encontrado algo que não sabia explicar, mas que me instigava na busca, começava a receber mensagens verbais, escritas e em sonhos.

Aquilo começava a fazer sentido, mesmo que não dissessem nada claro, meu tempo livre era para leituras e pesquisas sobre todos os seres espirituais que me faziam sentido, queria entender como foi a jornada deles porque se tornaram seres tão mágicos e grandiosos. Muitos, percebi que sempre passavam pelas trevas, para encontra a luz.

Aquilo me dava força e eu continuava.

Em paralelo a isso, me entreguei de corpo e alma para terapeutas holísticos, este seres que possuem um dom tão lindo e uma missão desafiadora de receber seres com tantas dores, para ajudarem a buscar a real causa, a raiz das dores, problemas e aflições.

Pessoas que, quando me entreguei, fizeram tanto por mim ( isso vai render muitos textos) que subi, em alta velocidade, rumo ao meu novo ser. Era o basta da minha vida antiga, agora eu iria liderar ela e não mais ser um barco à deriva, no meio da tempestade.

Estes profissionais são seres incríveis e pude conviver bem próximo de vários. Percebi que existem inúmeras áreas de profissionais holísticos, não somente os convencionais como massagem, yoga, acupuntura, reiki, existem médicos, psicólogos, dentistas, fisioterapeutas, medicinas alternativas, educadores físicos, etc, etc, etc…

Você sabe o que é um profissional holístico? Já foi atendido por algum? Quer saber mais sobre?

Vamos seguir juntos? esse é só o começo de uma jornada de descobertas e novidades, irei trazer muita informação sobre o mercado holístico e lhe apresentar a Holos a solução digital holística.

Até Breve! Eu Sou Gustavo Souza -Prem Dasem-

bem-estarPowered by Rock Convert